Portugueses ignoram risco das doenças cardiovasculares

Pesquisa avalia níveis de conhecimentos na população de 10 países

24 outubro 2005
  |  Partilhar:

 

Mais de dois terços (66 por cento) dos doentes portugueses com níveis elevados de colesterol desconhecem que as doenças cardiovasculares são a primeira causa de morte no mundo, revela um estudo, denominado From the Heart, realizado em 10 países, incluindo Portugal.
 

 

Os mais conscientes do risco mortal das doenças cardiovasculares são os finlandeses (44 por cento) e os ingleses (47 por cento), segundo o estudo, apresentado na semana passada em Paris, França. O trabalho foi realizado junto de 1547 doentes (147 em Portugal) a quem foi diagnosticado colesterol elevado e a 750 médicos de família.
 

 

Em termos globais, em média, 60 por cento dos doentes revelaram desconhecer que as doenças cardiovasculares são a maior causa de morte em todo o mundo. Perto de metade (46 por cento) acredita que o cancro é o mais mortal. Um dos autores do estudo, Leif Erhardt, da Universidade sueca de Lund, referiu existirem várias barreiras em torno do tratamento do colesterol, nomeadamente a necessidade de tomar estatinas todos os dias e a pouca comparticipação deste tipo de fármaco em alguns países.
 

 

Fonte: Público
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.