Portugueses dispostos a pagar mais desde que os cuidados de saúde melhorem

E você, também faria donativos para o cancro, doenças do coração ou para o serviço de ambulâncias? Veja os números...

12 setembro 2000
  |  Partilhar:

Os portugueses estão dispostos a pagar mais para melhorar a prestação de cuidados de saúde nas áreas de tratamento paliativo (diminuição da dor) do cancro, aumento das operações ao coração e melhoria do serviço de ambulâncias para acidentados.
 

 

Este é o resultado de um estudo realizado na Região Centro pela docente na Escola Superior de Enfermagem Angelo da Fonseca (Coimbra), que, transposto para a realidade portuguesa, indica que a maioria aceitaria contribuir com mais impostos para a saúde ou com donativos.
 

 

Em "Preferências da Comunidade no Domínio da Saúde", Manuela Frederico dá a conhecer que no que se refere à disposição de contribuir com mais impostos para a saúde, a maioria da população inquirida manifestou abertura para tal, colocando à cabeça o programa do cancro (72 por cento), seguindo-se o do coração (68 por cento) e depois o serviço de ambulâncias (59 por cento).
 

 

Se o pagamento fosse em termos de donativo voluntário, 68,7 por cento estaria disposto a pagar para o programa de cancro, 68,4 por cento para o programa do coração e 38,7 por cento para o serviço de ambulâncias.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.