Portugueses consomem cada vez mais antidepressivos

Ansiolíticos e tranquilizantes seguem a mesma tendência de subida, dados do INFARMED

09 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

O consumo de medicamentos antidepressivos aumentou 45 por cento nos últimos cinco anos: em 2000 foram compradas em Portugal cerca de quatro milhões de embalagens, no ano passado foram quase seis milhões. É o que revelam dados fornecidos pelo Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed). Os ansiolíticos e tranquilizantes seguem a mesma tendência de subida.
 

 

Os antidepressivos estão a ser cada vez mais dispensados pelos médicos portugueses. De 2003 para 2004 a venda total de embalagens de medicamentos em farmácias subiu 2,5 por cento, mas no subgrupo dos antidepressivos o crescimento ascendeu a 11 por cento (mais 627.467 caixas) - de cerca de cinco milhões passou-se para quase seis milhões. As regiões de Lisboa e Vale do Tejo e o Norte são as recordistas.
 

 

Comparando 2000 com o ano passado, constata-se que a tendência de subida é ainda mais acentuada: o consumo de antidepressivos cresceu cerca de 45 por cento. Já dados anteriores, de 1995 a 2001, apontavam para incrementos enormes: uma duplicação (102,8 por cento) no número de embalagens dispensadas, refere um estudo do Observatório do Medicamento e dos Produtos de Saúde, disponível em www.infarmed.pt.
 

 

Olhando para outra das classes terapêuticas dos chamados psicofármacos - ansiolíticos (reduzem a ansiedade), sedativos (tranquilizantes) e hipnóticos (induzem o sono) - a tendência é a mesma. O conjunto destes fármacos, designados por benzodiazepinas, sofreu um aumento de quatro por cento entre 2003 e 2004. De 2000 até ao ano passado a venda de embalagens subiu 27 por cento: de perto de 17 milhões passou para mais de 21 milhões.
 

 

Fonte: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.