Portugueses casam menos e mais tarde

Número de casamentos católicos tem decrescido

08 agosto 2002
  |  Partilhar:

Os portugueses casam-se menos e cada vez mais tarde e o número de casamentos católicos tem decrescido em detrimento dos casamentos civis, segundo dados divulgados ontem pelo
 

Instituto Nacional de Estatística (INE).
 

 

Em 2001 realizaram-se 58.390 casamentos, menos 8,4% que os 63.752 realizados em 2000 (ou seja, menos 5.354 casamentos).
 

Os casamentos católicos representaram 62,5% do total e os casamentos civis, que tem crescido desde os anos 30, quedaram-se em 37,5%.
 

 

No últimos anos tem-se verificado uma tendência de equilíbrio entre os casamentos católicos e civis. Na década de 90 "os casamentos católicos baixaram (69,3%) e, inversamente, os civis subiram para os 30,7%" destaca o INE, adiantando que esta tendência se manteve nos últimos dois anos (2000-01).
 

 

Analisando a relação entre os casamentos celebrados e a população residente, a taxa de nupcialidade dos últimos 10 anos baixou 23,7%.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.