Portugal utiliza menos de metade da sua capacidade em ensaios clínicos

Declarações do presidente da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica

20 abril 2011
  |  Partilhar:

Portugal perde centenas milhões de euros por ano que poderiam ser investidos em ensaios clínicos, dá conta uma estimativa lançada pela indústria farmacêutica.
 

A Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (APIFARMA) lamenta que Portugal “perca a oportunidade de ter um papel privilegiado no desenvolvimento de ensaios clínicos”. O presidente da associação, João Almeida Lopes, refere à agência Lusa que também lamenta que a burocracia e a “tendência para complicar” façam com que os hospitais percam esta fonte de rendimento.
 

Em comparação com países de igual dimensão, como é o caso da Bélgica, Portugal perde 135 milhões de euros por ano, que poderiam ser investidos em financiamento directo nas unidades de saúde onde decorrem os ensaios clínicos.
 

“Os ensaios têm de ser feitos num quadro temporal limitado. Se não somos suficientemente despachados, o que acontece é que há países que acabam por tomar o nosso lugar”, refere o presidente da APIFARMA.
 

No nosso país são realizados pouco mais de 100 ensaios clínicos por ano, o que representa um investimento de cerca de 50 milhões de euros. Na Bélgica, os mais de 300 ensaios anuais dão direito a um financiamento de quase 200 milhões de euros.
 

Portugal tem capacidade para fazer “o dobro ou o triplo” dos ensaios que actualmente são realizados, refere o presidente da APIFARMA.
 

Além de não entrar dinheiro dos laboratórios nos hospitais, existem outras consequências relativas à realização de poucos ensaios clínicos, como a deslocalização de empresas farmacêuticas para outros países. “Havia uma série de companhias farmacêuticas que tinham departamentos exclusivamente destinados a ensaios clínicos e que os têm desactivado”, com consequências de se perder postos de trabalho “altamente qualificados”, indica João Almeida Lopes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.