Portugal tem presos a mais

Sobrelotação prisional e mais detidos mortos, diz relatório da UE

03 setembro 2003
  |  Partilhar:

Presos a mais e violência dentro das cadeias. Esta é a conclusão de um relatório sobre a situação dos direitos fundamentais na UE em 2002, ontem discutido no Parlamento Europeu (PE), em Estrasburgo, e que aponta diversas falhas no funcionamento dos estabelecimentos prisionais portugueses.
 

 

Portugal é um dos países da União Europeia (UE) onde se verifica uma sobrelotação prisional, o que gera actos de violência dentro das cadeias portuguesas, que registam o maior número de mortes da Europa entre os detidos.
 

 

Mas este não é um problema apenas de Portugal. A sobrelotação prisional, que também acontece na Bélgica, Itália e França, provoca tensões e falta de vigilância, o que faz aumentar os suicídios e a propagação de doenças infecto- contagiosas.
 

 

Apesar da nota negativa, Portugal também aparece pela positiva, no capítulo da luta contra o racismo e xenofobia, devido à execução de acções de sensibilização com vista a alertar os cidadãos para o perigo de qualquer tentativa de generalização do choque entre diferentes culturas.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.