Portugal tem 626 dadores de espermatozoides e dadoras de ovócitos

Registo entrou em funcionamento em 2013

10 fevereiro 2015
  |  Partilhar:

Desde 2013 que existem em Portugal 626 dadores de espermatozoides e dadoras de ovócitos registados, cuja identidade não pode ser revelada e à qual só poderão ter acesso dois elementos do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA).
 

O presidente do CNPMA disse à agência Lusa que este registo entrou em funcionamento em janeiro de 2013 e, desde então, reúne os dadores de gâmetas masculinos e femininos que realizaram as doações em Portugal.
 

Segundo Eurico Reis, a informação que consta desta base de dados é confidencial e a ela só poderão ter acesso o presidente e o vice-presidente do CNPMA, em simultâneo.
 

Os dadores em questão realizaram as suas dádivas, algumas das quais já foram utilizadas e deram origem a gravidez e a crianças nascidas, embora estes dados não constem do registo.
 

O registo da atividade de Procriação Medicamente Assistida (PMA) em Portugal entrou em funcionamento em 2014 com dados sobre as crianças nascidas através destas técnicas, que em 2016 cumprem 30 anos em Portugal.
 

O CNPMA tem, até à data, compilados os dados referentes à atividade dos centros de PMA em 2012, tendo em conta a necessidade de aguardar o tempo da gestação. Em 31 de janeiro deste ano, começaram a ser tratados os dados de 2013.
 

Em 2012 nasceram 2.134 crianças com recurso a técnicas de PMA, representando 2,4 por cento dos nascimentos nesse ano.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.