Portugal prepara controlo dos alimentos provenientes do Japão

Europa importou em 2010 nove mil toneladas de frutas e legumes

21 março 2011
  |  Partilhar:

Os alimentos provenientes do Japão estão a ser vigiados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), devido aos riscos de exposição à radioactividade, refere uma notícia avançada pela agência Lusa.
 

De acordo com uma nota informativa disponível no site da DGS relacionada com o acidente nuclear de Fukushima, no Japão, são especificadas as medidas de saúde pública que devem ser tomadas para reduzir a exposição da população à radiação ionizante.
 

Relativamente à exposição interna, as recomendações centram-se na “proibição do consumo de vegetais, leite e derivados produzidos em zonas onde tenha ocorrido deposição. Estes devem ser substituídos por produtos importados de locais não contaminados”.
 

Na quarta-feira passada, Bruxelas recomendou que os países europeus controlassem a radioactividade dos alimentos importados do Japão, depois de a situação na central nuclear ter sido qualificada de “verdadeira catástrofe”.
 

De acordo com um porta-voz da Comissão Europeia, esta deve ser de imediato informada caso sejam detectados níveis de contaminação radioactiva superiores ao normal, dando conta que em 2010 foram importadas nove mil toneladas de frutas e legumes.
 

Para as populações que venham a ser expostas à pluma radioactiva, a DGS recomenda a administração de iodo estável (não radioactivo) sob a forma de comprimidos de iodeto de potássio, uma medida que tem sido largamente aplicada no Japão, até porque a existência destes comprimidos faz parte do planeamento de emergência de uma central nuclear.
 

Segundo a DGS, o corpo humano utiliza iodo nas suas funções fisiológicas e este elemento é absorvido pela tiróide, que o utiliza para produzir hormonas. O objectivo da administração de comprimidos de iodeto de potássio é saturar a tiróide para que ela deixe temporariamente de absorver iodo, impedindo desta forma a acumulação de iodo radioactivo no organismo, durante a exposição à pluma radioactiva.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.