Portugal no topo dos consumos de heroína...

...mas abaixo noutras drogas

26 maio 2004
  |  Partilhar:

Portugal é o segundo país da Europa com maior consumo de heroína ao longo da vida (0,7 por cento), mas está abaixo das médias europeias relativamente à cocaína, ecstasy, LSD e anfetaminas, revela um estudo divulgado terça-feira.O estudo do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT) baseia-se no «Inquérito nacional ao consumo de substâncias psico- activas na população portuguesa – 2001» feito por uma equipa do CEOS - Investigações Sociológicas, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.Este é o primeiro inquérito do género realizado em Portugal e foi feito por uma equipa de investigação de 10 pessoas, liderada pelo professor Casimiro Balsa, abrangendo 14.184 entrevistas entre a população nacional com idades entre os 15 e os 64 anos.No que se refere às prevalências de consumo, o estudo indica que foram registadas em Portugal declarações de consumo de heroína superiores à da maioria dos países europeus considerados na amostra, com uma percentagem de 0,7 de consumo ao longo da vida dos inquiridos, a segunda taxa mais alta a seguir à da Inglaterra e do País de Gales (um por cento).Em contrapartida, a posição de Portugal abaixo das médias europeias mantém-se relativamente aos consumos (ao longo da vida e no último ano) de cocaína, ecstasy, LSD e anfetaminas, quer ao nível da população em geral, quer ao nível dos jovens adultos (15 a 34 anos), adianta o inquérito a que a agência Lusa teve acesso.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.