Portugal no segundo lugar dos países da UE com maior número de cesarianas

Estudo divulgado pela rádio “TSF”

05 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Portugal é o segundo país da União Europeia onde se praticam mais cesarianas, noticiou a rádio TSF, citando um estudo encomendado pela Comissão Europeia.
 

 

Segundo o estudo agora divulgado pela TSF, Portugal é o segundo país da UE com a taxa mais elevada de cesarianas: 33% do total de partos, sendo apenas ultrapassado pela Itália, que apresentava, à data do estudo, uma taxa de 38%.
 

 

O estudo teve por base dados recolhidos em 2004 nos países da União Europeia e Noruega.
 

O mesmo trabalho também analisou dados referentes ao parto instrumental (com recurso a fórceps ou ventosa). Neste indicador, Portugal registou uma taxa quatro vezes superior à verificada em países como a Eslovénia ou a Irlanda.
 

 

O estudo não apresentou dados sobre a percentagem relativa a cesarianas programadas e de emergência, dado que Portugal não forneceu elementos estatísticos sobre esta matéria.
 

 

Em declarações à TSF, a alta comissária para a Saúde, Maria do Céu Machado, considera que, nos próximos anos, a tendência registada pelo estudo ainda se vai agravar. “Existe uma carência enorme, é das especialidades mais dramáticas actualmente, estão muitas pessoas a reformarem-se, não há enfermeiras parteiras a formarem-se em número insuficiente. Acho que a situação se vai agravar nos próximos quatro, cinco anos, e depois vai melhorar”.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.