Portugal e Grécia ameaçados pela pobreza

Mais de um quinto da população em risco

07 abril 2003
  |  Partilhar:

Mais de um quinto (21 por cento) da população estava, em 1999, ameaçada de pobreza em Portugal e na Grécia, segundo estimativas do Departamento de Estatísticas das Comunidades Europeias (Eurostat), hoje divulgadas.
 

 

O Eurostat adianta que a população em risco de pobreza é de 15% na União Europeia (UE), o que equivale a 56 milhões de pessoas, com mínimos de 9% na Suécia e de 11 por cento na Alemanha, Dinamarca, Finlândia e Holanda.
 

 

As transferências sociais diminuem em nove pontos percentuais o risco de pobreza na UE, dado que 24 por cento da população comunitária estaria em risco de pobreza sem as transferências sociais.
 

 

Antes de transferências sociais, os maiores riscos de pobreza (para 30% da população) surgem no Reino Unido e Irlanda, na Suécia (28%) e só depois em Portugal (27%).
 

Portugal tem também a mais alta taxa de risco persistente de pobreza (14%), que na média da UE é de nove por cento e não excede os cinco por cento na Dinamarca, Finlândia e Holanda.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.