Portugal é caso exemplar na luta contra o trabalho infantil

Organização Internacional do Trabalho alerta para consequências da crise

16 junho 2010
  |  Partilhar:

Portugal é considerado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) um caso exemplar na Europa na luta contra o trabalho infantil, mas o acentuar da crise, que afecta a estabilidade das famílias, traz preocupações acrescidas.

 

Em declarações à agência Lusa, Pedro Oliveira, do Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil, da OIT, refere que Portugal foi dos primeiros países na Europa ocidental a reconhecer o problema, embora isolado em algumas regiões do país, sobretudo na agricultura e em algumas comunidades ciganas, tendo reagido de forma “muito forte”.

 

Porém, a crise traz novas preocupações e os responsáveis da OIT estão já alertados para a necessidade de reforçar a vigilância. “Em crise o que se tende é para reduzir os empregos, a protecção social dos adultos”, o que, afectando a estabilidade das famílias, faz com que as crianças fiquem também em estado de vulnerabilidade, afirmou o responsável.

 

As recomendações inscritas no relatório de 2010 da OIT sobre esta problemática insistem na urgência de eliminar as piores formas de trabalho infantil e apelam ao apoio conjunto dos parceiros sociais, sindicatos e empregadores para que consigam evitar a precariedade laboral do adulto.

 

Pedro Oliveira adverte os sindicatos para que estejam atentos a qualquer forma de redução dos direitos dos trabalhadores e à eventual introdução de crianças no mundo do trabalho, em substituição de trabalhadores adultos e com um salário mais baixo do que o auferido por estes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.