Portugal compra vacina contra varíola

Medida destina-se à protecção de um possível ataque terrorista

05 novembro 2003
  |  Partilhar:

Com o receio de um possível ataque terrorista com armas biológicas durante o Europeu de futebol 2004, o Ministério da Saúde comprou lotes de vacinas contra a varíola, segundo noticiam as agencias internacionais.
 

 

A doença, potencialmente fatal, foi erradicada do mundo em 1977. No entanto, o ministro da Saúde disse à «Lusa» que o país pretende proteger-se com todos os meios possíveis.
 

 

Embora não tenha especificado a quantidade exacta do medicamento comprado pelo governo, dado ser um assunto é confidencial, o ministério da Saúde não existirem planos de usar a vacina num programa em larga escala.
 

 

Apesar de erradicada, a varíola é uma doença temida pelos governos mundiais, que cogitam a possibilidade de grupos terroristas terem encontrado alguma forma de acesso às últimas amostras do vírus existentes em laboratórios do planeta. Cientistas dos EUA, por exemplo, modificaram o vírus da varíola em ratos, tornando-o letal.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

 

 

Paula Pedro Martins
 

 

 

Jornalista
 

 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.