Porque se esquece de tudo quando está cansado?

Cientistas dizem ter desvendado a razão dos «lapsos cerebrais»

28 janeiro 2004
  |  Partilhar:

Já lhe aconteceu sentir que, em determinada altura, o seu cérebro pára? Esta é uma situação normal nas alturas em que estamos muito cansados ou com sono. Mas, uma equipa de cientistas britânicos afirma ter encontrado a explicação para os «lapsos cerebrais».Os investigadores, do Conselho de Pesquisa Médica de Cambridge, na Inglaterra, dizem que as atitudes acidentais como colocar café – ao invés de leite – no prato dos cereais do pequeno-almoço, podem ser explicadas pelo tipo de onda que o cérebro produz.Esta foi a conclusão que chegaram depois de estudos com dez voluntários que participaram em exercícios repetitivos que exigiam grande concentração. O exercício consistia em mostrar aos voluntários várias imagens misturadas com números no ecrã do computador. Cada vez que um número aparecia, os voluntários deveriam apertar o botão do rato. Também foram instruídos a não apertar o rato quando aparecesse o número três.A monitorização das ondas cerebrais dos voluntários durante o exercício mostrou que faziam mais erros quando uma determinada onda cerebral, baptizada de P300, se tornava menos frequente.A responsável pelo estudo, Avijit Datta, afirma que os cientistas já sabiam que esses erros estavam ligados ao ciclo do sono e ao relógio biológico, bem como a que área do cérebro estavam ligados. Mas o objectivo do estudo era descobrir como mudavam as ondas do cérebro. Segundo a investigadora, embora muitos dos erros causados pela falta de P300 sejam banais, o mesmo processo pode causar consequências mais graves. E exemplifica o facto de uma pessoa cansada conduzir, dado ter os reflexos retardados devido à falta de P300. «Se conduzir um carro e uma criança passe à sua frente, o seu cérebro gerará ondas P300, um terço de segundo depois. Se gerar uma grande resposta (do cérebro), o pé pisa no travão. Mas se for uma resposta pequena, o erro é mais provável.»No momento, os investigadores estão a trabalhar com pessoas que sofrem de distúrbios no sono e com crianças que têm dificuldade de concentração na escola.Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.