População infantil é a mais discriminada em todo o mundo
31 agosto 2001
  |  Partilhar:

Cerca de 10 milhões de crianças morrem anualmente no mundo à fome, com má nutrição e falta de assistência, o que leva a UNICEF a dizer que os mais pequenos são também os mais discriminados.
 

 

As acusações partiram da directora executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Carol Bellamy, à margem da Conferência Mundial contra o Racismo que decorre em Durban, e à qual se vai dirigir esta tarde.
 

 

Segundo a responsável, África é o continente mais afectado por esta situação, que pode ter origem na pobreza ou razões étnicas, raciais ou religiosas.
 

 

Bellamy salientou ainda o tráfico de crianças-escravas, comum em países africanos como a Costa do Marfim e Mali, embora também se verifique noutros países "por diversas razões". Entre estes, a responsável aponta o dedo à China, Índia e aos países dos Balcãs.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.