Poluição pode contribuir para o aumento dos casos de doenças no fígado

Estudo da Universidade de Louisville

07 junho 2009
  |  Partilhar:

Os poluentes podem ser co-responsáveis pelo aumento do número de casos de doenças no fígado, revela um estudo apresentado na conferência Digestive Disease Week, realizada recentemente em Chicago, EUA.

 

Investigadores da Universidade de Louisville, liderados por Matthew Cave, explicaram à Reuters Health que um terço dos adultos norte-americanos apresenta sinais de doença no fígado não causada pelos factores de risco tradicionais, tais como abuso de álcool e hepatite viral.

 

Enquanto a obesidade continua a ser a principal responsável pelo aumento dos casos de doença hepática, este estudo de Louisville, realizado junto de 4,5 mil pessoas, indicou que a poluição ambiental também pode cumprir um papel na doença.

 

"O nosso estudo mostra que alguns desses casos podem ser atribuíveis à poluição ambiental, mesmo após ajustar o factor obesidade, que comporta um risco acrescido para doença hepática", destacou à agência noticiosa o líder da investigação Matthew Cave.

 

Na investigação foram analisadas amostras do fígado dos participantes quanto à exposição a 111 poluentes comuns, incluindo chumbo, mercúrio e pesticidas. Estes poluentes foram encontrados em 60% dos voluntários que apresentavam anormalidades nas enzimas hepáticas. E essa associação permaneceu significativa após a consideração de factores como obesidade, diabetes, raça, sexo e rendimento económico.

 

Segundo refere a notícia da Reuters, existem cerca de 90 formas de doença hepática, incluindo hepatite, cirrose e fígado gordo. O número de casos tem vindo a crescer um pouco por todo o mundo dito desenvolvido, acompanhando o aumento do número de obesos, doença que pode comprometer a função hepática.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.