Poluição mata pessoas em Itália e na Rússia
12 maio 2002
  |  Partilhar:

A poluição mata anualmente cerca de mil pessoas em Roma, Itália, e mais de 250 mil na Rússia, de acordo com dados ontem divulgados por estes dois países.
 

 

O presidente Centro da Política Ecologista da Rússia denunciou ontem que entre 250 a 350 mil pessoas morrem todos os anos no país devido à poluição.
 

 

Alexei Yablokov, também membro da Academia russa das Ciências, denunciou que as crianças e jovens são os que mais sofrem problemas de saúde ligados à poluição.
 

 

"O número de crianças nascidas com deficiências genéticas não para de aumentar e os cancros estão a progredir constantemente devido à poluição", acrescentou.
 

 

Entretanto, o subsecretário italiano do Meio-Ambiente disse que cerca de mil pessoas morrem anualmente, em Roma, devido a problemas respiratórios e cardiovasculares provocados pela alta concentração na atmosfera de partículas PM10.
 

 

António Martusciello baseou os seus dados num estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) apresentado numa reunião realizada em Roma sobre a qualidade de vida nos centros urbanos.
 

 

Este domingo iniciou-se em Roma, Milão, Turim, Bolonha, Florença e Nápoles uma nova época de "dias sem automóveis", conhecida também como "domingos ecológicos".
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.