Poluição aumenta hospitalizações nos EUA

Estudo publicado no Journal of the American Medical Association

16 março 2006
  |  Partilhar:

A inalação, mesmo que por períodos muito curtos, de ar poluído com partículas microscópicas sólidas e líquidas faz aumentar o número de hospitalizações por problemas cardiovasculares e respiratórios, mostra um estudo publicado Journal of the American Medical Association. De acordo com os trabalhos de uma equipa de investigadores das Universidades John Hopkins, Maryland, e Yale, Connecticut, realizados entre 1999 e 2002 em 204 zonas urbanas dos Estados Unidos, as hospitalizações devido a deficiências respiratórias aumentaram em 11 mil por cada 10 milionésimos de grama suplementares destas partículas poluidoras por metro cúbico de ar. Estas partículas são provenientes das fontes mais diversas, desde o carvão queimado nas centrais de energia e noutras indústrias aos gases de escape dos automóveis até ao pó gerado pela britagem da pedra, indicam os cientistas. Outras partículas são formadas na atmosfera por reacções químicas resultantes do contacto dos raios de sol e do vapor de água com os gases carbónicos produzidos pela combustão de hidrocarbonetos. Os investigadores cruzaram depois as informações dos beneficiários do sistema de segurança social Medicare com os níveis de poluição registados no país pelas várias estações de medição, chegando a uma conclusão sobre os efeitos da poluição na saúde da população. Fonte: Lusa MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.