Poluição atmosférica veiculada a Apendicite

Estudo apresentado na conferência do American College of Gastroenterology

13 novembro 2008
  |  Partilhar:

Um estudo apresentado recentemente na conferência do American College of Gastroenterology revela existir um risco 15% mais elevado de um indivíduo ser hospitalizado por apendicite nos dias em que as concentrações de ozono são mais elevadas.
 

 

A poluição atmosférica pode aumentar o risco de apendicite, defenderam investigadores norte-americanos durante a conferência do American College of Gastroenterology, após terem verificado que o número de doentes hospitalizados de urgência sobe nos dias em que os níveis de poluição são mais altos.
 

 

A investigação, que envolveu mais de 45 mil adultos internados devido a apendicite, entre 1999 e 2006, sugere que a poluição aumenta o risco geral de inflamação nos tecidos.
 

 

Um efeito semelhante foi detectado na presença de outros poluentes, como dióxido sulfúrico, dióxido de azoto e concentração de partículas. A associação é mais marcada nos meses de Verão, altura em que as pessoas passam mais tempo na rua.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.