Poluentes químicos afectam recém-nascidos

Subprodutos da indústria de alta tecnologia estão a passar para a cadeia aliementar

24 julho 2001
  |  Partilhar:

Poluentes químicos altamente tóxicos podem estar a prejudicar o desenvolvimento de bebes recém-nascidos, de acordo com cientistas suecos do Instituto Karolinska.
 

 

Os poluentes, conhecidos como PBDEs, são subprodutos da indústria de alta tecnologia.
 

 

Os investigadores encontraram vestígios do poluente em peixes, no mar Báltico, bem como em outros alimentos, comprovando a contaminação da cadeia alimentar dos seres humanos.
 

 

Segundo os cientistas, os bebes recém-nascidos estarão mais expostos aos poluentes que são transmitidos pelas mães durante a gestação e posteriormente na fase de amamentação.
 

 

Os componentes químicos afectam o desenvolvimento do cérebro das crianças e causam desequilíbrio hormonal nos adultos.
 

 

O estudo demostrou que a presença dos PBDEs no meio ambiente duplicou nos últimos cinco anos. Em testes de laboratório, pequenas doses de PBDE administradas a ratinhos causaram lesões irreparáveis no cérebro dos animais que passaram a apresentar um comportamento hiperativo.
 

 

O governo suíço emitiu um comunicado em que alerta a população sobre os perigos do consumo de peixe. Os chamados PBDEs - éter difenil polibrominato - são um subproduto da fabricação de retardantes químicos de incêndio usados em aparelhos electrónicos. Estes químicos acumulam-se nos tecidos gordurosos dos peixes.
 

 

Adaptado por: Paula Pedro Martins
 

 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: BBC
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.