Pobreza determina mortalidade por cancro da mama

Mulheres negras são as mais atingidas

02 abril 2002
  |  Partilhar:

Um estudo divulgado ontem pelo Instituto Nacional do
 

Cancro dos Estados Unidos revelou que a pobreza "é a causa
 

principal das mulheres negras correrem mais riscos que as de raça branca de morrer por cancro da mama".
 

 

O estudo denuncia que a maior incidência da doença obedece
 

às condições económicas e não à discriminação.
 

 

Outra investigação, recentemente divulgada pelo Instituto
 

de Medicina, constatou que as minorias não recebem a atenção
 

médica que merecem, independentemente dos seus recursos
 

económicos.
 

 

Este último estudo responsabilizou os médicos e
 

enfermeiros de serem responsáveis de uma discriminação clara ou dissimulada contra os negros, hispânicos e outras minorias.
 

 

Cathy Bradley, investigadora da Universidade Estadual do
 

Estado de Michigan, afirma agora que a realidade de uma
 

insuficiente atenção médica "é um assunto de pobreza e não de discriminação".
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.