Pneumonia atípica veio do Espaço

Cientista explica síndroma respiratória aguda com vírus extraterrestre

22 maio 2003
  |  Partilhar:

Não é surpreendente que a Organização Mundial de Saúde (OMS) tenha dificuldade em combater o vírus da pneumonia atípica, noticia hoje o «The Guardian» que, citando um académico, afirma que o vírus poderá ter vindo de outro mundo.
 

 

O Professor Chandra Wickramasinghe, do Centro de Cardiff de Astrobiologia - um departamento criado pela Universidade de Cardiff e pela Faculdade de Medicina da Universidade do País de Gales - há muito defende que várias epidemias têm origem extraterrestre.
 

 

O especialista afirma que grandes quantidades de micro- organismos chegam à Terra todos os dias, incluindo uma tonelada de bactérias. Conclui, portanto, a probabilidade de muitas epidemias súbitas terem vindo do espaço.
 

 

Juntamente com alguns colegas, endereçou uma carta à revista médica «Lancet», na qual defende haver fortes indícios de que a Síndroma Respiratória Aguda (SRA) se enquadra no caso de doenças vindas do espaço.
 

 

Também a epidemia de Atenas no Século V, e a pandemia (epidemia a uma escala mais elevada) da gripe de 1917-19 terão tido a mesma origem. «O vírus é inesperadamente novo e surgiu sem aviso na China», afirma o Professor Wickramasinghe.
 

 

«Uma pequena quantidade do vírus (responsável pela doença), introduzido na estratosfera, pode cair, em forma de chuva, a leste da cordilheira dos Himalaias, onde a estratosfera é mais fina, e seguidamente tentar fazer depósitos esporádicos em zonas vizinhas», afirma na carta endereçada à Lancet.
 

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e outros organismos defendem que a SRA é provocada por um coronavírus, relacionado com a família de vírus que vulgarmente provoca a constipação. Neste momento muitos cientistas estão a tentar provar a teoria de que a SRA é simplesmente uma mutação de outro vírus existente na Terra.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.