Pneumonia atípica: Doença parece menos grave nas crianças que nos adultos

Sintomas também divergem...

29 abril 2003
  |  Partilhar:

A Síndroma Respiratória Aguda (SRA) parece menos grave nas crianças que nos adultos, indica um estudo de uma equipa de médicos chineses publicado terça-feira na edição on line da revista médica britânica The Lancet.
 

 

A equipa de Tai Fai Fok, professor da Universidade de Hong Kong, seguiu o tratamento das dez primeiras crianças afectadas por SRA, com idades entre 18 meses e 16 anos.
 

 

Os médicos chineses distinguiram duas formas clínicas da doença, segundo a idade dos pacientes: os adolescentes (13 a 16 anos), que apresentam sintomas idênticos aos dos adultos - arrepios, febere, rigidez e dores musculares - e as crianças (18 meses a sete anos e meio), que sofrem de sintomas mais benignos, como tosse e corrimento nasal.
 

 

O desenvolvimento da doença também se revelou menos grave e mais curto nos pacientes mais jovens. De acordo com Tai Fai Fok, segundo o qual até 25 de Abril nenhuma criança tinha sucumbido em todo o mundo a esta forma atípica de pneumonia, estas observações sugerem que os doentes mais jovens desenvolvem uma forma atenuada e menos agressiva da SRA.
 

 

Por outro lado, o médico sublinha que nenhuma das crianças afectadas que frequentavam a escola (oito nos dez casos seguidos) transmitiu a doença aos colegas, o que sugere que a forma «infantil» da SRA terá menor poder contagiante que a forma adulta.
 

 

Desde o seu aparecimento na China em finais de 2002, a SRA fez mais de 330 mortos no mundo - principalmente na Ásia e no Canadá - em mais de cinco mil casos prováveis assinalados.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.