Planta de Natal não é mortal

Podem ocorrer vómitos e náuseas, mas não envenena, nem mata, assegura especialista

23 dezembro 2002
  |  Partilhar:

A noção de que uma planta ornamental cuja imagem é associada ao Natal - a poinséttia - Euphorbia pulcherrima (na foto) seja venenosa e até mesmo letal para seres humanos e animais não passa de uma lenda urbana.
 

 

Segundo especialistas norte-americanos, a ingestão desta planta pode provocar indisposição gástrica, além de náuseas e vómitos, mas não envenena, nem mata. «Não recomendaria o consumo da planta ou o uso como guarnição na ceia de fim-de-ano, mas a ingestão da planta não vai matar ninguém», disse Frank McGeorge, médico do Hospital Beaumont, em Royal Oak (Michigan).
 

 

Então, porque razão a planta ficou conhecida pelos seus hipotéticos poderes fatais. Na realidade, segundo o especialista, existe um único registo que associou a morte de uma criança ao consumo de algumas folhas da planta, em 1919. «Provavelmente, outro factor foi o responsável pela morte», comentou McGeorge.
 

 

Desde então, houve vários registos de ingestão provocados pelo consumo da planta, mas sem casos de morte por envenenamento. McGeorge lembrou que, vários anos atrás, um estudo sobre a toxicidade da planta afastou completamente a hipótese de que a poinséttia fosse letal.
 

 

Provavelmente, o maior perigo que a planta oferece é o risco de os ramos usados como enfeites obstruírem as vias aéreas das crianças e bebés curiosos, explicou o especialista.
 

 

Assim como a ingestão da poinséttia, o consumo de uma outra planta usada em enfeites de Natal, a visco (Vicum album), não é fatal, mas provoca náuseas, cólicas e vómitos, disse McGeorge.
 

 

Em todo caso, McGeorge recomenda que se adopte uma abordagem preventiva durante o período de Natal. Isto é, mantendo a poinséttia, bem como outras plantas fora do alcance dos bebés, crianças e dos animais de estimação.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI - Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.