Plano Oncológico Nacional vai finalmente a Conselho de Ministros
01 agosto 2001
  |  Partilhar:

O Plano Oncológico Nacional vai ser discutido no Conselho de Ministros de hoje, depois de ter estado agendado para discussão na reunião ministerial de 28 de Junho, ainda sob a tutela da anterior ministra da Saúde.
 

 

Tendo como objectivo definir "as linhas de intervenção e acções prioritárias a desenvolver no horizonte temporal de 2001/2005, na luta contra o cancro", o Plano Oncológico Nacional (PON) foi uma das últimas iniciativas de Manuela Arcanjo, que se demitiu do cargo a 29 de Junho.
 

 

Ao que a Agência Lusa apurou, o documento a discutir hoje já não é o mesmo que Manuela Arcanjo pretendia aprovar, embora fonte do gabinete do actual ministro da Saúde, Correia de Campos, garanta que o projecto sofreu "apenas alterações de pormenor".
 

 

O documento prevê a criação de cinco Comissões Oncológicas Regionais, sediadas em cada uma das cinco Administrações Regionais de Saúde, que terão a responsabilidade de coordenar a execução do PON.
 

 

O Plano pretende ainda desenvolver a informação aos cidadãos no que respeita aos hábitos e estilos de vida que reduzam o risco de cancro, como o tabaco.
 

 

Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.