Plano de recuperação das listas de espera fracassou

Paixão pela Saúde torna-se pesadelo sem resolução

19 janeiro 2001
  |  Partilhar:

Segundo a edição do semanário “O Independente” de hoje, o plano do governo em reduzir a lista de espera do serviço Nacional de Saúde falhou. Manuela Arcanjo, ministra da Saúde do actual governo socialista, tinha-se comprometido reduzir cerca de 22 mil doentes às listas de espera para cirurgia nos Hospitais Estatais até Dezembro de 2001, mas apenas foram realizadas entre 7 e 8 mil intervenções.
 

 

As razões apontadas para este facto pelo mesmo jornal, são de vária ordem:
 

A remuneração prevista para este tipo de operações, fora do horário normal de trabalho, era segundo os Médicos insuficiente, além dos pagamentos por parte do Ministério sofrerem vários atrasos. Muitos médicos continuam a preferir operar no sector privado à semana (mais compensatório financeiramente), realizando as ciruirgias do plano para a Redução de Listas de Espera somente ao Fim-de-Semana.
 

 

Em declarações à “TSF, o Bastónario da Ordem dos Médicos, Germano de Sousa, diz que o fracasso “era previsível”, já que em relação à “cirurgia convencional a medida foi tomada tardiamente” . “Em relação à lista de espera houve hospitais que corresponderam perfeitamente, outros não” acrescentou.
 

 

Contudo “o resultado não ficou muito aquém”, salienta o Bastonário, já que “havia imensos doentes inscritos em 2 ou 3 Hospitais ao mesmo tempo”.
 

 

Mas o problema continua, havendo dezenas de milhares de utentes do Serviço Nacional de Saúde à espera de serem operados.
 

 

A ministra da Saúde já desmentiu esta notícia, afimando que no final deste mês irá apresentar os números do plano para a Redução de Listas de Espera que considera "muito positívos"
 

 

 

David Ferreira
 

MNI - Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.