Plano de emergência para eventual falta de insulina

INFARMED e DGS suspendem medida

28 março 2006
  |  Partilhar:

O Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (INFARMED) e a Direcção-Geral da Saúde (DGS) constituíram um gabinete de crise e delinearam um plano de emergência para poderem dar resposta a uma eventual retirada do mercado da insulina do laboratório farmacêutico líder de mercado em Portugal, o Novo Nordisk. Enfermeiros dos centros de saúde receberam formação para poderem administrar produtos de outros laboratórios e foi feito um inquérito às farmácias para avaliar as quantidades de insulina disponíveis. O plano não avançou, segundo o jornal Público, depois de, quarta-feira passada, o laboratório ter garantido que continuaria a abastecer o mercado. Tudo começou depois do Nova Nordisk ter entrado em litígio com o INFARMED e, alegadamente, ter ameaçado que retiraria do mercado os vários tipos de insulinas que comercializa em Portugal - administradas com uma caneta denominada Novolet. Fonte: PúblicoMNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.