Plano de acção contra calor excessivo

Governo avança com medidas

03 maio 2004
  |  Partilhar:

O Ministério da Saúde apresenta na terça-feira um plano de contingência para lidar com o calor excessivo, que vai vigorar todos os anos entre 15 de Maio e 30 de Setembro, a partir deste ano, disse à Agência Lusa fonte oficial.O Plano de Contingência - Onda de Calor - Verão 2004, que é apresentado em Lisboa, define as estratégias de intervenção em caso de calor excessivo no Verão que se aproxima e será coordenado pela Direcção-Geral da Saúde, em articulação com o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSRJ), adiantou a fonte do gabinete do ministro.Entre 30 de Julho e 14 de Agosto do ano passado Portugal esteve sobre o efeito de uma onda de calor que provocou um acréscimo de mortalidade de 37,7 por cento, correspondendo a mais 1.316 óbitos nesta época do ano, segundo um relatório preliminar do Observatório Nacional de Saúde, do INSRJ, apresentado no final de Agosto de 2003.O ministro da Saúde, Luís Filipe Pereira, defendeu sempre que a «resposta do Serviço Nacional de Saúde foi positiva» e que os hospitais e centros de saúde não alertaram sobre um eventual aumento de afluência ou de problemas relacionados com o calor e considerou que as mortes verificadas constituíram uma «epidemia silenciosa», pois «nenhuma instituição, pública ou privada», comunicou qualquer alerta aos serviços de saúde.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.