Pílula impede desenvolvimento de massa muscular

Estudo publicado no “American Physiological Society”

21 abril 2009
  |  Partilhar:

Os anticoncepcionais orais dificultam o desenvolvimento da massa muscular em mulheres, revela um estudo publicado no “American Physiological Society”.

 

O estudo, liderado por Chang-Woock Lee, foi apresentado no 122º encontro anual da Sociedade Americana de Fisiologia, que decorreu esta semana em Nova Orleães, nos EUA.

 

Investigadores das universidades americanas do Texas A&M e de Pittsburgh avaliaram 73 mulheres, com idades entre os 18 e os 31 anos. As participantes foram divididas em dois grupos: 34 tomavam contraceptivos orais e 39 não. Todas as participantes completaram um programa de resistência física durante 10 semanas.

 

As voluntárias foram também encorajadas a consumir diariamente pelo menos meia grama de proteína por cada meio quilo de peso, de modo a garantir a ingestão de calorias necessária para o desenvolvimento muscular.

 

As participantes realizaram exercício físico três vezes por semana durante dez semanas, sob supervisão de fisiologistas. Durante o estudo foram recolhidas amostras de sangue antes e depois do programa de treino para medir os níveis das hormonas anabólicas (que intervêm na formação muscular) e das catabólicas (destruidoras dos músculos).

 

Os resultados do estudo indicaram que as mulheres que não tomavam anticoncepcionais orais ganharam 60% mais de massa muscular do que as que não os tomavam. Por outro lado, nas consumidoras de anticoncepcionais os níveis das hormonas anabólicas eram significativamente mais baixos enquanto os níveis de hormonas catabólicas eram mais elevados.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.