Pílula do dia seguinte pouco divulgada

Médicos falham na informação às mulheres, diz DECO

02 dezembro 2003
  |  Partilhar:

A maioria dos profissionais de saúde dá pouca ou nenhuma informação às mulheres sobre a pílula do dia seguinte, um medicamento para evitar a gravidez indesejada, revela um estudo da DECO/Proteste. Da meia centena de visitas anónimas feitas a centros de saúde, hospitais, farmácias e serviços de apoio no domínio da sexualidade, «em muitos casos» não foi informada a forma de tomar o medicamento, os efeitos secundários e os cuidados necessários para uma máxima eficácia. Os resultados do estudo, publicados na edição de Dezembro da revista Teste Saúde da DECO/Proteste, apontam para um «deficiente» atendimento a quem procura a pílula do dia seguinte. «Raros são também os profissionais que dão conselhos para prevenir a gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis», concluiu a equipa da DECO. Fontes: DECO e Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.