Pilotos correm mais riscos de catarata

Exposição aos raios cósmicos na origem do problema

31 agosto 2005
  |  Partilhar:

Pilotos de aviões comerciais estão três vezes mais propensos a desenvolver catarata devido à exposição aos raios cósmicos- um tipo de radiação proveniente do sol e de outros corpos celestes, de acordo com um estudo de investigadores islandeses, publicado na revista Archives of Ophthalmology.Os cientistas analisaram 445 homens, com mais 50 anos de idade. A amostra incluía 71 pacientes com um tipo de catarata e 374 com outros problemas oftalmológicos ou sem nenhum problema. Setenta e nove dos pacientes eram pilotos comerciais e 366 nunca tinham exercido a profissão. Quando os investigadores cruzaram os dados das taxas de catarata com a ocupação profissional, concluíram que os pilotos corriam maior risco de ter problemas nos olhos. Além disso, quanto mais tempo trabalharam como pilotos - e maior a exposição aos raios cósmicos - maior a probabilidade de desenvolver o problema. A equipa islandesa afastou, no entanto, a hipótese de a catarata ser provocada por outros factores, tais como a exposição aos raios ultravioletas ou ao fumo. MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.