Pfizer distingue estudos sobre Leucemia e SIDA

Prémios 2008 entregues na semana passada

10 novembro 2008
  |  Partilhar:

Um trabalho sobre o papel das proteínas do vírus da Sida e outro sobre o tratamento do tipo de leucemia venceram, na semana passada, os prémios Pfizer 2008, que atribuíram ainda uma bolsa para a investigação do risco cardiovascular em infectados com HIV.
 

 

O estudo que venceu o prémio de Investigação Clínica incidiu sobre os “efeitos distintos das proteínas do invólucro do HIV-1 e do HIV-2” e concluiu que “a proteína do HIV-2 tem uma capacidade mais imunossupressora da activação da célula imunitária”, explicou á agência Lusa, a investigadora Rita Cavaleiro, da Unidade de Imunologia Clínica do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina de Lisboa.
 

 

O líder da outra investigação também premiada, João Barata, do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina de Lisboa, explicou à agência Lusa que o seu estudo sobre leucemia linfoblástica aguda de tipo T (a mais agressiva) “abre portas” para o desenvolvimento de terapêuticas que “permitam fazer um ataque selectivo às células tumorais sem afectar as células normais”.
 

 

Os laboratórios Pfizer atribuíram ainda uma bolsa no valor de 60 mil euros para o projecto de investigação sobre “risco cardiovascular aumentado na infecção VIH”, levado a cabo pela equipa de Manuel Pestana e de António Carlos Sarmento, do Hospital de S. João e da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
 

 

Em 2008 foram entregues 38 candidaturas aos Prémios de Investigação Pfizer, que desde 1956 distinguem trabalhos nesta área.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.