Pessoas vacinadas contra a gripe sazonal ficaram mais expostas ao H1N1

Estudo publicado na revista “PLoS Medicine”

08 abril 2010
  |  Partilhar:

As pessoas vacinadas contra a gripe sazonal apresentaram um risco mais elevado de contrair gripe A (H1N1) do que a média da população não vacinada, segundo um estudo publicado pela revista “PLoS Medicine”, que ressalva, contudo, para o facto de não se poder ainda estabelecer uma relação de causa efeito.

 

Danuta Skowronski, do British Columbia Centre for Disease Control, no Canadá, analisou quatro estudos realizados para verificar a existência de uma eventual relação entre a vacinação contra a gripe sazonal e a frequência de gripe A. Para o estudo foram avaliadas 2.700 pessoas (que tiveram ou não gripe A) nas regiões da Columbia Britânica, Alberta, Ontário e Quebec.

 

O primeiro estudo confirmou que o efeito benéfico da vacina contra a gripe sazonal, mas parecia estar associada a um risco 68% maior da pessoa contrair o vírus H1N1. Os outros três estudos apresentaram resultados semelhantes, ou seja, revelaram uma "probabilidade aumentada de H1N1 em pessoas que tinham recebido a vacina sazonal em comparação com aqueles que não tinham."

 

Os cientistas afirmam, no entanto, ser precoce tirar conclusões sobre os dados, já que os fenómenos constatados podem dever-se a factores que não foram avaliados no estudo.

 

Entretanto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) já recomendou para que as vacinas preparadas para as próximas épocas gripais, confiram também protecção contra o H1N1, facto que deverá eliminar qualquer risco eventualmente vinculado às vacinas de 2009.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.