Pessoas irascíveis com tendência a ataques cardíacos

Proteína reactiva é a responsável

22 setembro 2004
  |  Partilhar:

As pessoas irascíveis e com tendência para a depressão produzem uma substância que contribui para desencadear doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais, afirmam cientistas norte-americanos numa revista especializada.Trata-se, segundo investigadores da Universidade de Duke, de uma proteína reactiva C (CRP) produzida pelo fígado em reacção a inflamações. Essas inflamações, referem os cientistas, aumentam o risco de acidente vascular cerebral ou doença cardiovascular.Para Edward Suarez, professor do Departamento de Psiquiatria e Ciências do Comportamento na Universidade de Duke, esta é a primeira vez que se demonstra uma relação entre características psicológicas negativas e altos níveis de CRP em pessoas sem factores de risco de doenças cardíacas.Tais factores são a obesidade, o consumo de tabaco, a hipertensão, altos níveis de colesterol no sangue e hábitos sedentários. Quem tem esses factores de risco produz níveis elevados de CRP, mas estes também se manifestam em pessoas com tendência para a irascibilidade, e hostilidade ou com sintomas moderados de depressão, explicou Edward Suarez.Esta foi a principal conclusão do estudo, realizado com 121 homens e mulheres saudáveis aos quais se pediu que descrevessem as suas características psicológicas, em especial as suas tendências para a irritabilidade, hostilidade e depressão.O estudo, publicado na revista Psychiatry and Behavioral Sciences, demonstra que quanto mais pronunciadas são as características psicológicas negativas de uma pessoa, maiores são os seus níveis de CRP. O estudo sugere, segundo Suarez, que «o desenvolvimento de uma doença do coração também pode dever-se a características psicológicas que activam o processo inflamatório que antecipa e contribuiu para o desenvolvimento de um problema desse tipo».Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

Premonição?

Só espero que eu tenha a sorte que no meu caso, não se aplique o estudo acima indicado; se assim fôr não vejo as minhas netas crescerem.

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.