Pessoas de pele clara têm carência de vitamina D

Difícil de corrigir com a exposição ao sol

11 novembro 2011
  |  Partilhar:

Um estudo do Cancer Research do Reino Unido revela que as pessoas que têm a pele mais clara apresentam níveis reduzidos de vitamina D, um problema que poderia ser resolvido com a exposição ao sol, o que, nestes casos, não é recomendável devido ao risco de queimaduras ou de cancro de pele.

 

Um outro estudo sobre o mesmo tema, publicado na BBC online, sugere também que há pessoas com pele clara incapazes de produzir vitamina D, mesmo com uma exposição solar abundante. Nestes casos, segundo os autores, será mais recomendável a toma de suplementos vitamínicos.

 

Na investigação participaram 1.200 pessoas, das quais 730 apresentavam níveis de vitamina D “inferiores ao considerado óptimo”. Analisando determinadas características fisiológicas, os autores do estudo observaram que a maioria eram pessoas com pele muito clara e com sardas.

 

A vitamina D é importante para a saúde dos ossos e dos dentes e, segundo recordam os autores, a maioria das pessoas consegue obter níveis adequados através de breves exposições ao sol, entre a 10 a 15 minutos por dia.

 

Contudo, em alguns casos é recomendável o recurso a suplementos vitamínicos, sobretudo em determinados grupos considerados de risco já que apresentam níveis mais reduzidos, como as pessoas de pele escura ou as menos expostas à luz solar, como idosos, crianças e grávidas.

 

Os resultados deste estudo mostram que “as pessoas de pele clara também deviam ser incluídas nestes grupos de risco e que a recomendação para a toma de suplementos também se aplica nestes casos”, adiantou, em comunicado de imprensa, a professora da Universidade de Leeds Julia Newton-Bishop, uma das autoras do estudo.

 

A razão para a explicação da deficiência de vitamina D nestes casos poderá ser o facto de estas pessoas se protegerem mais do sol para evitarem possíveis queimaduras. Outra hipótese sugere que a sua própria pigmentação poderia ser um marcador para detectar aqueles indivíduos que apresentam mais problemas em produzir e processar vitamina D, independentemente da sua exposição ao sol.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.