Pessoas com próteses na anca da DePuy podem ter de ser operados

Empresa publica comunicado na página oficial

26 outubro 2010
  |  Partilhar:

As pessoas que receberam próteses da anca fabricadas pela DePuy, depois de 2003, deverão ser submetidos a cirurgia para as remover, informou esta semana a empresa na sua página online. A marca, filial da norte-americana Johnson & Johnson, justificou a remoção dos produtos com as queixas de muitos pacientes que reclamam dores agudas e outros sintomas que os “obrigaram a submeter-se a uma segunda cirurgia para substituir a prótese”, refere a nota, citada pela agência Lusa.

 

De acordo com a DePuy, 12% dos pacientes que há cinco anos receberam a prótese ASR XL Hip Resurfacing System e 13% dos que renovaram a prótese na totalidade com um sistema de ossos metálicos de titânio “necessitaram de uma segunda cirurgia”.

 

“Esta retirada significa que podem ser necessários mais testes e acompanhamento para garantir que o implante funciona correctamente. Em alguns casos, os pacientes podem precisar de serem submetidos a nova cirurgia”, refere a DePuy, numa mensagem que dirige a todas as pessoas afectadas.

 

No comunicado, que se destina aos cinco continentes, mas que não especifica o número de países afectados pela remoção das próteses da anca, a empresa salvaguarda que os pacientes que foram operados antes de 2003 não devem preocupar-se, uma vez que os modelos defeituosos ainda não estavam no mercado.

 

Apesar de a Johnson & Johnson se ter comprometido a pagar qualquer operação que implique uma substituição da prótese, os afectados poderão ter outro tipo de perdas relacionadas com incapacidade física, angústia ou trauma emocional, refere o jornal “San Francisco Chronicle”, citado pela agência Lusa. Várias pessoas afectadas nos EUA contactaram já os seus advogados para avaliar a possibilidade de abrir um processo judicial contra a multinacional norte-americana, refere a mesma fonte.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.