Pessoas caracterizam personalidade dos outros através dos odores

Estudo publicado no “European Journal of Personality”

16 dezembro 2011
  |  Partilhar:

Sentir o odor de alguém pode ajudar a determinar pormenores da personalidade de uma pessoa, refere um estudo publicado no “European Journal of Personality”.

 

O estudo, realizado pelos investigadores polacos Agnieszka Sorokowska, Piotr Sorokowski e Andrzej Szmajke, da Universidade de Wroclaw, descobriu que as pessoas são capazes de adivinhar o tipo de personalidade, numa medida razoável, simplesmente ao sentir o odor corporal ou cheirando as suas roupas.

 

As estimativas dos participantes, quanto aos níveis de neuroticismo e de extroversão neste estudo, aproximaram-se tanto da realidade quanto as estimativas feitas numa outra investigação, em que os traços de personalidade deveriam ser associados a um vídeo que mostrava o comportamento de uma pessoa.

 

Para descobrir o quão bem as pessoas poderiam avaliar os tipos de personalidade através dos odores corporais de outras pessoas, a equipa pediu a 60 pessoas, metade homens e metade mulheres, que vestissem uma t-shirt branca enquanto dormiam, durante três noites seguidas. Foi solicitado aos voluntários para que não usassem perfume, sabonetes ou desodorizantes e para não fumarem ou comerem certas coisas que afectassem o odor corporal, como a cebola ou o alho.

 

No final dos três dias, as t-shirts foram recolhidas e colocadas em sacos plásticos rotulados. Então, 200 voluntários, metade homens e metade mulheres, foram convidados a cheirar os sacos e a dizerem as suas opiniões sobre o tipo de personalidade através dos odores. Cada voluntário cheirou apenas seis sacos para evitar confusões de odores e cada saco foi cheirado por vinte pessoas para obter uma amostra grande o suficiente para evitar a coincidência.

 

Depois tudo isto, os investigadores verificaram que os voluntários foram capazes de adivinhar se a pessoa que tinha emitido o odor estava ansiosa, extrovertida ou dominante. Também interessante foi o facto de as pessoas terem sido particularmente hábeis em dizer, através dos odores, se pertencia a alguém do sexo oposto.

 

Embora os resultados não tenham correspondido a 100%, os investigadores indicam que o estudo mostra uma correlação entre os componentes do suor e os traços de personalidade e que as outras pessoas são capazes de sentir essas diferenças, quando estão perto.
Assim, os resultados indicam que aparentemente as pessoas emitem pistas da sua personalidade quando transpiram e que as pessoas são capazes de, não só sentir as diferenças de odores entre as pessoas, mas também de fazer julgamentos tendo como base o que sentem através do odor.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.