Período de férias dificulta realização de IVGs

Alguns hospitais não têm capacidade de resposta

16 agosto 2009
  |  Partilhar:

Vários hospitais do país que realizam Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG) estão a reencaminhar mulheres para outras unidades, por não terem capacidade de resposta, noticiou a rádio TSF.

 

Dado estar em época de férias, Jorge Branco, director da maternidade Alfredo da Costa, admitiu que os recursos humanos disponíveis no mês de Agosto não são suficientes, o que exige o envio de mulheres para “outro centro público ou para um centro privado”.

 

Em entrevista dada à mesma estação de rádio, Teresa Rodrigues, responsável pela consulta de IVG do hospital de São João no Porto, admitiu dificuldades, sendo que em Julho chegou a pedir apoio a outro hospital. Ainda assim, garantiu que o problema acabou por ser resolvido naquela unidade hospitalar.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.