Pequenas caminhadas reduzem risco de diabetes tipo 2

Estudo publicado na revista “Diabetes Care”

14 junho 2013
  |  Partilhar:

Caminhar cerca de 15 minutos após as refeições poderá ajudar a regular os níveis de glucose e a reduzir o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2, sugere um estudo publicado na revista “Diabetes Care”.
 

O estudo refere que os idosos são particularmente suscetíveis à ocorrência de distúrbios no controlo dos níveis de açúcar após as refeições, devido à resistência à insulina nos músculos e também a uma lenta ou baixa secreção de insulina pelo pâncreas. Um nível elevado de glucose no sangue após as refeições é um fator de risco para a progressão de pré-diabetes para diabetes tipo 2 ou doença cardiovascular.
 

Assim, para este estudo, os investigadores da Universidade George Washington, nos EUA, contaram com a participação de 10 indivíduos com 60 ou mais anos de idade que, apesar de serem saudáveis, se encontravam em risco de desenvolver diabetes tipo 2 devido aos níveis elevados de glucose em jejum e insuficiente prática de atividade física.
 

Os participantes foram aleatoriamente submetidos a três protocolos de exercício, espaçados em quatro semanas. Cada protocolo incluía a permanência durante 48h numa sala onde os participantes eram submetidos a alguns testes, incluindo gastos energéticos individuais. As primeiras 24h funcionaram como controlo. No segundo dia, os participantes foram convidados a fazer uma caminhada de 15 minutos após cada refeição ou de 45 minutos às 10h30 ou às 16h30h. Todos os participantes ingeriram o mesmo tipo de refeições e foram medidos os níveis de açúcar continuamente ao longo das 48horas,.
 

O estudo apurou que fazer três caminhadas diárias de 10 minutos foi tão eficaz a reduzir os níveis de glucose durante 24horas como uma caminhada de 45 minutos do mesmo nível de intensidade. Foi também observado que o período de tempo mais eficaz na redução da glucose foi após a refeição da noite. O aumento exagerado da glucose após esta refeição, muitas vezes a maior do dia, perdura muitas vezes durante a noite e na manhã seguinte. Contudo, estes níveis diminuíram logo após os participantes terem iniciado a sua caminhada.
 

Muitas pessoas fazem refeições grandes à noite e depois sentam-se a ver televisão. “Esta é a pior coisa que se pode fazer. Deve-se digerir um pouco a refeição e movimentarmo-nos. Um passeio após uma grande refeição noturna é particularmente importante, uma vez que um nível elevado de glucose no sangue após o jantar é determinante para os níveis de glucose nas 24horas seguintes”, revelou, em comunicado de imprensa, a líder do estudo, Loretta DiPietro.
 

Apesar de os resultados ainda terem de ser confirmados, num estudo de maior escala, estes achados têm grande importância a nível de saúde pública. Na verdade estes indicam que prática de pequenas doses de exercício repetidas várias vezes ao dia têm grandes benefícios no controlo da glucose no sangue dos idosos.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.