Pequena oração ajuda a controlar a ira

Estudo publicado no “Personality and Social Psychology Bulletin”

06 abril 2011
  |  Partilhar:

Um novo estudo, realizado por investigadores norte-americanos e holandeses, demonstrou que rezar ajuda a aliviar a raiva e a reduzir a agressividade. O estudo foi publicado na edição online da “Personality and Social Psychology Bulletin”.

 

As pessoas recorrem muitas vezes à oração quando sentem emoções negativas, incluindo raiva. No estudo, os cientistas descobriram que a oração pode realmente ajudar as pessoas a lidar com a raiva, “provavelmente porque ajuda a mudar o ponto de vista sobre os acontecimentos que as chocaram, ajudando-as a sentir os episódios de um modo menos pessoal”.

 

O estudo também verificou que a oração ajudou a controlar a raiva, independentemente da afiliação religiosa da pessoa ou se rezava ou ia regularmente à igreja.

 

No primeiro estudo, os cientistas pediram a 53 estudantes universitários norte-americanos para completarem um questionário que media a escala de emoções como raiva, depressão, stress, fadiga e vigor, e colocaram-nos perante uma situação que poderia provocar uma resposta colérica.

 

Depois pediram aos estudantes para que lessem uma notícia num jornal sobre um paciente com cancro. Os voluntários foram divididos aleatoriamente em dois grupos: uns rezavam outros pensavam nessa pessoa. Os estudantes que rezaram apresentaram níveis mais baixos de raiva.

 

Noutros estudos, os autores, Brad Bushman e Ryan Bremner, da Universidade de Michigan, EUA, e Sander Koole, da Universidade de Amesterdão, Holanda, chegaram a resultados semelhantes sobre o poder da oração quando se trata de agressão, raiva e provocação. "Os efeitos encontrados nessas experiências foram muito grandes, sugerindo que a oração pode realmente ser uma maneira eficaz de acalmar a raiva e a agressão", disse, em comunicado de imprensa, Brad Bushman.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 2 Comentar