Pentágono desenvolve nova alimentação de combate

Comida re-hidratada através de água...e urina

05 setembro 2004
  |  Partilhar:

 A urina pode ser a nova arma secreta das Forças Armadas dos EUA contra a fome entre os seus soldados.  De acordo com um artigo publicado na revista New Scientist, os investigadores do Pentágono criaram uma embalagem para comida seca que pode ser re-hidratada com água de qualquer fonte ou urina. A refeição vem numa embalagem que filtra 99,9 por cento das bactérias e a maioria dos produtos químicos tóxicos. Isto é possível graças à membrana que reveste o produto, uma fina folha de plástico de celulose com poros de apenas 0,5 nanómetros. Baseada no principio da osmose, ela permite que só a água limpa possa alcançar o alimento, deixando as bactérias para trás. Entretanto, a empresa que fabrica o produto, a Hydration Technology, diz que os soldados só devem usar a urina como último recurso - porque a membrana de revestimento não pode filtrar a ureia, que causa danos no rim a longo prazo. A ideia foi desenvolvida no centro de pesquisas para alimentação de combate do Pentágono, que também está por trás da «sandes indestrutível», que pode permanecer fresca por três anos. A nova comida desidratada reduziria o peso actual de 3,5 quilos de um kit de três refeições, para 0,4 quilo. O objectivo é reduzir a quantidade de água que os soldados precisam carregar. Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalista MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.