Pele criada a partir de células do timo

Estudo publicado na revista “Nature”

23 agosto 2010
  |  Partilhar:

Cientistas suíços extraíram células do timo − um órgão linfático que se localiza no tórax e é responsável pela maturação dos linfócitos T − e converteram-nas em células da pele. A descoberta foi difundida pela revista “Nature”.

 


Na experiência, cientistas da Escola Politécnica de Lausana, na Suíça, em conjunto com uma equipa da University of Edinburgh, no Reino Unido, comprovaram que as células extraídas do timo são capazes de mudar a sua estrutura genética ao longo do seu desenvolvimento para contribuir, a longo prazo, para uma correcta manutenção da pele, chegando a produzir cabelo um ano depois do implante.

 


Os cientistas extraíram células do epitélio tímico (CET) de ratinhos para posteriormente as injectarem na pele dos mesmos. Durante o procedimento verificaram que as CET "realmente mudavam o seu registo e expressavam genes diferentes, convertendo-os em células importantes para o funcionamento da pele", explicou o líder do estudo, Yann Barrandon, em comunicado enviado à imprensa.

 


No timo, estas células encarregam-se de "ensinar" os linfócitos T a reconhecer e destruir as bactérias e as células cancerosas, sendo uma peça-chave do sistema imunitário do organismo. Contudo, este estudo demonstrou que, em microambientes distintos, são capazes de mudar a sua expressão genética, por exemplo, na pele, melhorando o crescimento do folículo piloso. "Na teoria, o mesmo poderá ser reproduzido com outros órgãos", assinala o líder da investigação.

 


A equipa mostra-se, por isso, esperançosa de que estes dados possam conduzir a novos tratamentos no campo dos transplantes e da regeneração de órgãos, bem como na regeneração da pele em grandes queimados, mas também abrem um novo campo de investigação que questiona os actuais standards biológicos, ao demonstrar ser possível criar tecidos a partir de células com diferentes origens.

 


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.