Parto assistido no domicílio tão seguro como no hospital

Estudo publicado no “Canadian Medical Association Journal”

06 setembro 2009
  |  Partilhar:

Dar à luz um bebé no domicílio com o auxílio de uma enfermeira especializada é tão seguro como o nascimento num hospital e, para além disso, este tipo de partos domiciliares planeados acarretam uma menor taxa de complicações, são as conclusões de um estudo publicado no “Canadian Medical Association Journal”.

 

Para este estudo, os investigadores da University of British Columbia, Canadá, analisaram um total de 13.000 nascimentos ocorridos entre o início de 2000 e o final de 2004, os quais foram divididos em três grupos distintos: partos domiciliares com a presença de enfermeiras especializadas, partos hospitalares com a presença do mesmo grupo de enfermeiras e nascimentos hospitalares assistidos por médicos.

 

O estudo revelou que a taxa de mortalidade por 1.000 nascimentos foi de 0,35 no grupo de partos domiciliares, 0,57 em partos hospitalares com a presença de enfermeiras especializadas e 0,64 entre os que tiveram a assistência médica.

 

Os investigadores constataram que as mulheres que deram à luz no domicílio tinham menos necessidade de sofrer intervenções ou uma menor probabilidade de sofrerem de problemas relacionados com laceração do útero ou hemorragia vaginal. Segundo o estudo, estes bebés tinham também menos necessidade de oxigenoterapia ou de reanimação.

 

Patricia Janssen, a líder do estudo, espera que os seus resultados tenham algum impacto no preconceito contra o parto no domicílio.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.