Paramiloidose: medicamento vai estar disponível em março

Declarações do presidente da Associação Portuguesa de Paramiloidose

23 março 2012
  |  Partilhar:

O medicamento Tafamidis, para tratamento da paramiloidose, mais conhecida como a doença dos pezinhos, poderá estar disponível no Serviço Nacional de Saúde no final de março para 250 doentes, de acordo com o presidente da Associação Portuguesa de Paramiloidose (APP).

 

“O secretário de Estado disse-nos que o processo estava muito bem encaminhado, da parte do Governo estava tudo terminado e que da parte do Infarmed havia mais algumas coisas a acertar no contrato, mas que tudo levava a crer que no fim deste mês de março [o Tafamidis] estaria em Portugal”, revelou, à agência Lusa, Carlos Figueira.

 

O presidente da APP disse não querer criar falsas expetativas nos doentes com paramiloidose, mas garantiu ter tido da parte do presidente do Infarmed a garantia de que a Autoridade Nacional do Medicamento “está a fazer todos os possíveis para que até ao fim do mês o medicamento fosse um facto em Portugal”.

 

Assim, o medicamento vai estar disponível gratuitamente no Serviço Nacional de Saúde (SNS), numa primeira fase para 250 doentes, explicou Carlos Figueira.

 

“Saímos da reunião felizes, bastante contentes, mas agora queremos ver na prática e no terreno isso acontecer”, revelou Carlos Figueira, acrescentando que não é possível, para já, saber quantas são as pessoas que sofrem de paramiloidose porque o registo português da doença prometido pelo atual Governo ainda está em fase de construção.

 

Carlos Figueira referiu ainda que o medicamento vai estar disponível na Unidade Clínica de Paramiloidose, no Porto, e no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.