Paracetamol pode ajudar numa melhor recuperação do AVC

Estudo publicado na “Lancet Neurology”

23 abril 2009
  |  Partilhar:

Administrar uma dose elevada de paracetamol em pacientes com febre acima dos 37 graus pode reduzir as complicações graves resultantes de um AVC (acidente vascular cerebral), revela um estudo publicado na “Lancet Neurology”.

 

Investigadores do Centro Médico da Universidade Erasmus de Roterdão, na Holanda, realizaram um estudo com 1.400 pacientes com AVC em que foi comparada a recuperação daqueles que tomaram paracetamol com a dos que receberam apenas um placebo.

 

É sabido que uma temperatura corporal acima de 37 graus imediatamente após o AVC é indício de pior prognóstico, uma vez que cada grau a mais duplica a possibilidade de uma má recuperação. Cerca de um terço dos pacientes com AVC apresenta temperaturas acima de 37,5 graus.

 

Contudo, os investigadores, liderados por Heleen den Hertog, verificaram que uma dose diária de seis gramas de paracetamol reduz a temperatura corporal em 0,3 graus.

 

No artigo, os cientistas destacaram que estes resultados precisam de ser confirmados por um estudo mais amplo. Mas afirmaram que o paracetamol pode ser um tratamento simples, seguro e económico para o AVC.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.