Papel do Médico de Família no diagnóstico das Doenças Mentais

13ªs Jornadas de Saúde Mental do Algarve

29 abril 2008
  |  Partilhar:

“O Médico de Família é o primeiro a fazer a identificação da Doença Psiquiátrica e, como tal, é importante que esteja preparado para fazer um diagnóstico cada vez mais precoce”, alertou Daniel Seabra, Psiquiatra que participou nas 13ªs Jornadas de Saúde Mental do Algarve.
 

 

Segundo o especialista, “é o Médico de Família que estabelece a ligação entre o doente e o psiquiatra, pelo que deve ter as ferramentas adequadas para o fazer”.
 

 

Até porque, adiantou o especialista, são muitas vezes os Médicos de Família que acabam por prescrever a medicação ao doente em primeira linha, quando se trata ainda de casos pouco graves, como, por exemplo, a Depressão, numa fase inicial.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.