Papel da dieta rica em amido na cópia de gene que o metaboliza

Pesquisa publicada na "Nature Genetics"

16 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

As populações com dietas ricas em amido possuem um maior número de cópias de um gene que metaboliza este composto, presente em alimentos como o arroz, o pão, as batatas, frutas e leguminosas, revela um estudo apresentado na "Nature Genetics".
 

 

O amido é metabolizado, em parte, graças à amílase salivar e o gene que o codifica, o AMY1, tem uma grande variação no número de cópias em cada organismo, consoante a população.
 

 

Uma equipa dirigida por George Perry, da School of Human Evolution and Social Change, Arizona State University, EUA, investigou o número de cópias do gene AMY1 em cinquenta norte-americanos de origem europeia e descobriu uma co-relação entre o número de cópias e a amílase salivar.
 

 

A investigação demonstrou que as populações com dietas ricas em amido tendem a ter mais cópias do AMY1 do que as populações com dietas pobres nesse hidrocarbonato.
 

 

Um maior número de cópias deste gene melhora, segundo o estudo, a digestão das refeições ricas em amido e poderá ajudar significativamente a absorção de energia, pelo organismo, em casos de doenças intestinais.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.