Papa condena clonagem humana e comércio de órgãos
29 agosto 2000
  |  Partilhar:

O Papa João Paulo II condenou ontem a clonagem de embriões humanos, "apesar do objectivo ser bom", mas defendeu o uso de células-mãe extraídas de adultos como via terapêutica a investigar.
 

 

O sumo pontífice católico mostrou-se a favor dos transplantes e da doação de órgãos, e condenou energicamente o comércio de órgãos, que considerou "moralmente inaceitável".
 

 

O Papa expressou a sua opinião durante uma intervenção no 18º Congresso Internacional da Sociedade de Transplantes que está a decorrer em Roma e à qual assistem 5.000 peritos de todos o mundo.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.