Pais querem enfermeiros nas escolas

Proposta entregue ao Governo

02 fevereiro 2010
  |  Partilhar:

As escolas "não têm meios que permitam socorrer uma criança", denunciou Albino Almeida, presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais, numa reportagem publicada pelo jornal “Diário de Notícias”.

 

Comentando o caso recente de um rapaz de 12 anos que morreu de paragem cardíaca no recreio da escola EB 2,3 de Canidelo, o presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais reforça a mensagem de que as escolas não estão preparadas para prestar socorro às crianças. Com o objectivo de inverter este cenário, o dirigente disse ao mesmo jornal já ter entregado à ministra da Educação, Isabel Alçada, e ao secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, uma proposta para que exista um enfermeiro por cada agrupamento de escolas.

 

Outra das propostas consiste na realização de um curso de suporte básico de vida destinado aos alunos, “para desta forma estarem preparados para prestar os primeiros socorros”.

 

Para Albino Almeida, a saúde e a educação têm de estar próximas, para o bem de alunos e professores.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.