Pais ingleses querem ficar em casa

Estudo aponta interesse masculino em tomar conta dos filhos

28 julho 2003
  |  Partilhar:

Embora possa parecer curioso, um estudo realizado na Grã-Bretanha refere que um terço dos futuros pais ingleses querem ficar em casa e cuidar dos filhos.
 

 

De acordo com a pesquisa, outros 30 por cento dos inquiridos gostariam de trocar o trabalho em tempo integral por um de tempo parcial, se a situação financeira o permitir.
 

 

A revista Pregnancy and Birth pesquisou duas mil mulheres grávidas e seus companheiros e descobriu que, ao contrário da imagem tradicional do pai stressado a percorrer os corredores da maternidade, 98 por cento dos homens esperam estar junto da mulher no nascimento do filho.
 

 

Nove em cada dez homens também estão presentes nos exames de ultra-som e check-ups, e mais da metade deles vão a cursos pré-natal com suas companheiras. A maioria dos homens e mulheres inquiridos disseram acreditar que os futuros pais têm os mesmo direitos das mães. No entanto, a maioria dos pais não casados desconheciam completamente não ter qualquer direito legal sobre a educação dos filhos.
 

 

«Os homens desejam ser pais tanto quanto as mulheres querem ser mães», disse Elena Dalrymple, editor da revista «Pregnancy and Birth». E acrescentou: «Os pais modernos despejam a sua vida e sua alma na paternidade e deveriam ter direitos iguais ou semelhantes aos das mães», acrescentou.
 

 

Para Jack O''Sullivan, da organização Fathers Direct, que luta pelos direitos dos pais na Grã-Bretanha, hoje em dia estamos a assistir a uma revolução social na maneira pela qual os homens vêem a paternidade. «Mas, depois do nascimento dos filhos, eles (homens) descobrem que são empurrados a trabalhar mais horas, mas apenas por motivos económicos», garantiu o especialista à BBC.
 

 

O''Sullivan ainda reconheceu que, frequentemente, homens e mulheres querem um melhor equilíbrio entre a família e o trabalho. «É uma ambição muito difícil de realizar», disse.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.